Produção de conteúdo e sua importância para os negócios

post
A importância da produção de conteúdo

Por que cada vez mais as empresas investem em produção e marketing de conteúdo?

Você já se perguntou quantas vezes se envolveu com uma marca que oferecia algo a mais em sua produção? O que te faz ou fez optar pela empresa X e não pela Y, além dos produtos e serviços ofertados? Faça uma reflexão sobre o que te atrai nas empresas que conseguem ser mais que referências em suas áreas e se tornam formadoras  de opinião no mercado e no estilo de vida das pessoas.

Foi fácil analisar? Você é capaz, por exemplo, de perceber quando uma marca de roupa passa a vender, não somente peças de vestuário, mas, ferramentas para um estilo de vida? Provavelmente uma marca em que os colaboradores, espontaneamente, acabam aderindo ao estilo que propõem ao cliente. E qual o motivo da escolha destas empresas de entregarem algo a mais que apenas negócios? Para isso, primeiramente, precisamos entender algumas cadeias de processo que envolvem marketing de conteúdo.

Leads 

Antes de se produzir conteúdo, é preciso definir bem qual o objetivo dessa produção. Você quer um conteúdo que te traga reputação? Ou aumente suas vendas? Ainda há o brand awareness, indicador da percepção de sua marca no mercado. Vamos começar falando de um objetivo que envolve entrega de valor e oportunidade de negócios: a geração de leads.

Leads são todos os potenciais de negócio que chegam até sua empresa, seja em forma de pessoa física ou jurídica. Captar leads e transformá-los em resultados efetivos é a grande cereja do bolo do marketing de conteúdo, seja ele B2B (entre empresas) ou B2C (entre empresa e consumidor final). Um exemplo clássico de um relacionamento B2C é quando um potencial cliente visita seu site através de alguma ferramenta de busca. Então:

  1. O que fará você conhecer e captar aquele lead específico que iniciou uma oportunidade de negócio numa simples pesquisa no Google?
  2. Sua empresa consegue passar a credibilidade necessária para transformar essa busca em venda através do conteúdo?

A próxima questão a ser analisada, seja qual for seu tipo de mercado é o que você pode criar para ambos ou para seu mercado específico. Um músico que pretende vender cursos online, por exemplo, pode usar da ferramenta do e-book para passar seu conteúdo e, assim, iniciar um relacionamento com seu possível cliente. Mas que outro tipo de conteúdo premium ele pode entregar para este cliente e que não demande tanto tempo para ser desenvolvido? Os resultados do e-book são sólidos, mas podem vir a longo prazo e é preciso que ele aja junto à outras propostas de conteúdo que tenham mais potencial para geração imediata de leads. Nesse caso, ele pode usar vídeos, podcasts e textos periódicos com dicas e experiências para dar voz e força a seu projeto.

Basicamente, toda a atmosfera desse processo de produção de conteúdo é norteada por perguntas chave, como:

  1. Qual o meu objetivo?
  2. Quais ferramentas posso utilizar?
  3. O que quero alcançar?

Voltando aos nossos questionamentos iniciais sobre as empresas que buscam entregar algo a mais para o cliente, essa ideia passa pela formatação de todos esses processos. Não há como criar esse “algo a mais” de forma eficiente sem antes construir toda a cadeia produtiva de seu marketing de conteúdo. E a profissionalização dessa cadeia é o grande diferencial para que o objetivo traçado atinja os resultados esperados e isso consiga ser medido de maneira clara e assertiva. Conteúdo é entrega e percepção de valor.

Compartilhe e amplie o conhecimento sobre produção de conteúdo entre seus seguidores, clientes e parceiros!

Veja também

Os 12 passos do curador de conteúdo

Deixe um comentário

Newsletter